Paralisia Facial

Paralisia total de todos, ou alguns, músculos da expressão facial.

Get it on Google Play

Vascularização da face

A face é ricamente suprida por artérias, cujos ramos terminais anastomosam-se livremente. A maioria das artérias da face é o ramo da artéria carótida externa. O retorno venoso a partir da face é essencialmente superficial. A face recebe um rico suprimento sanguíneo proveniente de dois vasos principais, as Artérias Facial e Temporal Superficial. Estas são suplementadas por inúmeras pequenas artérias que acompanham os nervos sensitivos da face. A Artéria Facial é o maior dos três ramos que se originam da face anterior da Artéria Carótida Externa. Tendo-se arqueado para cima e sobre a glândula submandibular, ela curva-se em torno da margem inferior do corpo da mandíbula, na margem do músculo masseter. É aqui que o pulso pode ser facilmente sentido. Esta artéria, corre para cima num curso tortuoso em direcção ao ângulo da boca e é coberta pelo platisma e pelo Risorius. Sobe, então, profundamente aos músculos Zigomáticos e ao Levantador do Lábio Superior e corre ao longo do nariz até ao ângulo medial do olho, onde se anastomosa com os ramos terminais da artéria oftálmica. Esta artéria divide-se em quatro ramos distintos, sendo eles:
  1. Artéria Submental origina-se da artéria facial, na margem inferior do corpo da mandíbula, seguindo para a frente, ao longo da margem inferior da Mandíbula e supre a pele do Mento e Lábio inferior;
  2. Artéria Labial Inferior origina-se próximo do ângulo da boca, corre medialmente no lábio inferior e anastomosa-se com a sua companheira no lado oposto;
  3. Artéria Labial Superior origina-se próximo do ângulo da boca, corre medialmente no lábio superior e dá ramos para o septo e para a asa do nariz;
  4. Artéria Lateral do Nariz origina-se da artéria facial à medida que esta sobe, ao longo do lado do nariz. Esta artéria supre a pele na lado e dorso do nariz;


Baixe nosso aplicativo no Google Play:

Get it on Google Play